quarta-feira, dezembro 19, 2007

ENTREVISTA 033: André Dahmer (Malvados)



Ele não é o gato do Gargamel, mas é cruel. Não é efervescente, é ácido. Gosta de petúnias, mas não é nenhuma flor que se cheire. Ele é: MALVADO! André Dahmer (http://www.malvados.com.br/) se alimenta da desgraça alheia e o que sobra é um banquete servido quente para seus leitores, mas num prato frio... Dahmer nos recebeu na porta de sua casa e... nada, nem um cafezinho, aliás, a entrevista foi ali mesmo, na porta. Foi intolerante às risadinhas que dávamos a cada cinco minutos e tivemos que mandar o Dr. Albieri pra casa, quem tolelaria? Fomos tolerantes à intolerância e ele acabou tolerando nossa tolerância à sua intolerância, que diga-se de passagem, foi intolerante. O telefone tocou e ele foi atender, demos uma espiada e vimos um vaso de flores perto da tv Philips HDTV de 48 polegadas. Duas horas depois ele aparece com uma pintura e disse: “eu pinto também” e completou: “eu tinha esquecido de vocês”. Durante a entrevista, Dahmer desamarrou os cadarços dos nossos tênis, nos fez comer bolinhos de fubá sem cafezinho, foi intolerante mais umas três vezes, nos mostrou o seu mapa da blogosfera dizendo que era o maior que a gente encontraria e, entre um gole e outro de vinho, respondeu nossas perguntas... olhando pro céu.

Revista Errata - Com este seu sobrenome alemão de canibal americano, os Malvados são então uma expressão artística que está salvando o mundo de todo o seu real potencial?
Dahmer - É, tem esse meu primo guloso de Milwaukee, né? Sempre me perguntam isso em entrevistas. O cara matou, cortou e comeu mais de uma dezena de garotos há uns dez anos. Soube depois que mataram o cara na prisão um tempo atrás. Bem, eu até gosto de carne, mas realmente canibalismo não está na minha área de interesse...

Revista Errata - Peraí... O Hitler também pintava...
Dahmer - O Hitler era um pintor mediano, provavelmente não tinha sensibilidade suficiente para ingressar numa carreira de pintor. Ele foi rejeitado na academia de Belas Artes, mas isso não é desculpa para fazer o que ele fez.

Revista Errata - Falando em Alemanha, o seu humor tem um tom à inglesa que, curiosamente, não pega bem em outras mídias no Brasil. Esta é realmente uma influência no seu trabalho ou eu não deveria misturar meu remédio com cerveja?
Dahmer - Eu até gosto do humor inglês, mas mesmo assim você não deveria misturar o seu remédio com cerveja...

Revista Errata - O termo kuba-walda, em linguagem germânica antiga, significa "administrador do lugar". Esta afirmação está certa ou errada?
Dahmer - Estudei alemão apenas até a quinta série, mas provavelmente vocês estão de sacanagem comigo.

Revista Errata - E como é que você vê a produção de humor brasileira? Aproveito pra dizer que nós achamos o seu humor muito engraçado. E você?
Dahmer - Temos grandes comediantes no Brasil, pena que a maioria deles está em Brasília atrapalhando o trabalho dos outros. A segunda pergunta é para responder?

Revista Errata - Cinema, livros... O que você anda consumindo? Perceba: "cinema, livros..."
Dahmer - Não gosto de ir ao cinema, todos eles estão alocados dentro de shoppings hoje em dia, é um inferno. Também não sou fã de lugares cheios de gente. Sobre os livros, minha mulher gosta muito de literatura e temos em casa um quarto só para eles. Gosto de tudo um pouco, mas tenho lido mais quadrinhos. Apesar da minha profissão, ainda conheço poucos quadrinistas, li pouco sobre o assunto mas o chargista Leonardo está me ajudando a conhecer os autores.

Revista Errata - E filosofia? Várias das tiras dos Malvados têm base filosófica. Qual é o seu interesse no assunto?
Dahmer - Hoje em dia tenho pouco interesse pela filosofia. Li os autores mais importantes, gosto especialmente de Cioran e Schopenhauer, mas é uma roupa que já não serve mais em mim.

Revista Errata - Por que você matou a Rê Bordosa?
Dahmer - Ela começou, eu apenas me defendi...

Revista Errata - Você é bom em matemática? Por quê?
Dahmer - Fui bom aluno de matemática e joguei mais de 3.000 partidas de xadrez até os 17 anos, com um amigo de infância que é quase meu irmão. Anotávamos partida a partida, mas eu ganhei apenas um terço delas. O cara era muito bom...

Revista Errata - Além do site, aonde mais a gente pode encontrar o teu trabalho?
Dahmer - No Jornal do Brasil, na Folha de São Paulo, na Sexy Premium, no Portal G1...

Revista Errata - O que você acha das Petúnias?
Dahmer - Petúnias, begônias, orquídeas...gosto de tudo. Tenho um orquidário no meu sítio em Friburgo e gosto muito de rosas também. É um hábito normal, amigos. Sempre tem esse forte interesse por minha predileção por flores, mas é um hábito normal.

Revista Errata - Deus é malvado?
Dahmer - Deus é como a crase: não foi feito para humilhar ninguém. Se Deus existe, não é um Deus que castiga o garoto que matou aula, pode ter certeza.

Revista Errata - Mas não me sai da cabeça esse negócio de flores malvadas... Não tinha um escritor que traficava armas? Não... Q-Quero di-dizer... Ele... traficava... flores! Era o Exupéry!!! Dahmer, a g-g-gente já está de sa-sa-saída... Uma última pergunta: tirando dizimar uma etnia, quais são teus planos imediatos?
Dahmer - Pretendo lançar outro livro pela Desiderata, já está meio que acertado entre eu e a editora. Mas farei sem pressa.

Revista Errata - Uma ameaça para os nossos leitores?
Dahmer - Não é necessário, estar vivo é correr riscos...

Então, um abraço e... HEIL, DAHMER!!!

BATE-BOLA:
- Finada revista Mosh
Li algumas e sou amigo dos editores. Foi uma iniciativa muito corajosa, estão de parabéns.
- O número 42
Tenho uma ligação muito forte com a sorte, com o azar e com as coisas que envolvem esses dois assuntos, números inclusive. Mas não chega a ser uma doença, ainda...
- Los Três Amigos
Fodões, de verdade. Quando encontro um deles, fico tremendo como uma moça.
- Casseta e Planeta
Não vejo muita televisão, mas boto fé neles.
- Zorra Total
Não vejo graça alguma, na verdade é quase triste.
- South Park
Nunca parei para assistir, mas assim como os Simpsons, parece interessante.
- Cabelo na comida
Não gosto, mas respeito quem gosta
- Monty Python
Muito bom, mas não chego a ser fã...
- Hermes e Renato
Conheci há pouco tempo, achava que era ruim e que só tinha palavrão por palavrão, não gostava. Depois assisti "Tela Class" e morri de rir, é maravilhoso. Os caras são toscos, mas são bons.
- Lingerie
Gosto das coloridas.

Marcadores: , , ,

Adicione este post ao del.icio.usAdicione este post ao TechnoratiAdicione este post ao DiggAdicione este post aos favoritos do GoogleAdicione este post ao stumbleuponAdicione este post ao facebookAdicione este post ao LinkkAdicione este post ao UêbaAdicione este post ao diHITT

24 Comentários:

Postar um comentário

Links para este post:

Criar um link

<< Voltar para a Página Inicial


Jujubinhas Sortidas: Alien | Aviso | Blogueiro Convidado | Deficiência | Entrevista | Errata Comics | Humor | Imagem | Morto do Dia | Passatempo | Religião | Sexo
© Copyright 2006-2009, Blog Revista Errata - Humor Nonsense