terça-feira, setembro 11, 2007

O maldito 11 de setembro

Naquela manhã de terça-feira, uma hora antes do meu café (eu adoro meu café), quatro aviões foram seqüestrados em território americano por um grupo terrorista islâmico, uma coisa muito comum e que acontecia todos os dias. O primeiro avião foi arremessado contra uma das torres gêmeas do Worm Treik Cendrer… merda. Alguns transeuntes pensaram que se tratava de uma campanha de marketing de mais uma expansão do Sim City, uma coisa muito comum e que acontecia todos os dias, mas no momento em que o segundo avião foi arremessado contra a outra torre do Wong Play Center, a conclusão foi imediata e unânime: o planeta Terra está girando tão rápido que os prédios estão batendo em tudo o que está no ar.

O barulho foi ensurdecedor. Aconteceu tudo muito rápido, mas foi mais ou menos assim: VUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUMMMMMMMMMMMMM/
BRUUUUUUMMMMMMMMMMMM/CRASTRANKPLAFTCRAK/
AAAAAAAAHHHHHHHHHHHHBRUÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓBARNGANDAM/
DUMPLAGRUMMMM/EU-FALEI-SEM-PENSAR, EU-FALEI-SEM-PENSAR (este último barulho foi do Peter, que supostamente havia falado sem pensar). E a ousadia do grupo terrorista foi além: antes do atentado, eles quebraram pratos e copos na copa do avião e entupiram a privada com papéis. Horrível.

O terceiro avião foi jogado contra o Paleontólogo, ou melhor, Penthatlo: o maior símbolo do poderio militar transgênico, ou melhor, hegemônico norte-americano. O quarto e último avião acabou caindo numa área desabitada e as evidências de então apontavam que este avião tinha problemas de personalidade e se jogou ao saber que todos os outros estavam fazendo a mesma coisa.

O que ficou deste dia horrível para a humanidade, foram duas lições:

1) Os danos causados foram muito grandes, mas se o atentado tivesse ocorrido em outra época, no futuro, por exemplo, poderia ter sido muito pior.

2) Naquele dia, centenas de voluntários deram mostras de que os cidadãos de Nova Iorque são tão solidários quanto qualquer cidadão, de qualquer parte do mundo. Menos o Peter, que estava mais preocupado em dizer que falou sem pensar.

Números do atentado ao Would Tang Chester:

15-27-32-35-50-59

Marcadores: , ,

Adicione este post ao del.icio.usAdicione este post ao TechnoratiAdicione este post ao DiggAdicione este post aos favoritos do GoogleAdicione este post ao stumbleuponAdicione este post ao facebookAdicione este post ao LinkkAdicione este post ao UêbaAdicione este post ao diHITT

6 Comentários:

Postar um comentário

Links para este post:

Criar um link

<< Voltar para a Página Inicial


Jujubinhas Sortidas: Alien | Aviso | Blogueiro Convidado | Deficiência | Entrevista | Errata Comics | Humor | Imagem | Morto do Dia | Passatempo | Religião | Sexo
© Copyright 2006-2009, Blog Revista Errata - Humor Nonsense