quinta-feira, novembro 09, 2006

À MANCHA MONGÓLICA

Minha mancha, minha Laura
Meu coração já não se lembra mais
Meu cérebro lembra e meus olhos vêem
Minha mão pega e meus pés andam

Meu anjo, minha Laura
Meu nariz respira, meu sangue corre
Minha boca come, come, come
Tem outra coisa que come mas eu sou muito novo ainda.

Meu demônio, minha Laura
Sinto sua falta
Sinto sua presença
Como sou contraditório. Adeus.

Marcadores: , ,

Adicione este post ao del.icio.usAdicione este post ao TechnoratiAdicione este post ao DiggAdicione este post aos favoritos do GoogleAdicione este post ao stumbleuponAdicione este post ao facebookAdicione este post ao LinkkAdicione este post ao UêbaAdicione este post ao diHITT

1 Comentários:

Postar um comentário

Links para este post:

Criar um link

<< Voltar para a Página Inicial


Jujubinhas Sortidas: Alien | Aviso | Blogueiro Convidado | Deficiência | Entrevista | Errata Comics | Humor | Imagem | Morto do Dia | Passatempo | Religião | Sexo
© Copyright 2006-2009, Blog Revista Errata - Humor Nonsense